Astigmatismo

astigmatismo é uma deficiência visual, causada pelo formato irregular da córnea ou do cristalino formando uma imagem em vários focos que se encontram em eixos diferentes. Uma córnea normal é redonda e lisa. Nos casos de astigmatismo, a curvatura da córnea é mais ovalada, como uma bola de futebol americano. Este desajuste faz com que a luz se refracte por vários pontos da retina em vez de se focar em apenas um. Para as pessoas que sofrem de astigmatismo, todos os objetos, próximos ou distantes, ficam distorcidos. As imagens ficam embaçadas porque alguns dos raios de luz são focalizados e outros não. A sensação é parecida com a distorção produzida por um pedaço de vidro ondulado.

O astigmatismo é hereditário e pode ocorrer em conjunto com a hipermetropia ou presbiopia. Um astigmatismo ligeiro pode desenvolver-se ao longo dos anos, devido à alteração da curvatura da córnea, provocada pelos milhares de pestanejamentos diários. Pessoas que sofrem de astigmatismo podem corrigir sua visão com o uso de uma lente oftálmica chamada tórica ou cilindrica (que faz com que os raios de luz se concentrem em um plano único), emóculos ou lentes de contato. Podem, ainda, se valer de cirurgia a laser ou do procedimento conhecido como ceratotomia astigmática.

Tipos de astigmatismo

Os tipos de astigmatismo baseado na estrutura assimétrica:

  • Astigmatismo corneal – devido a córnea de formato irregular.
  • Astigmatismo lenticular – devido a lentes de formato irregular.

Tipos de astigmatismo baseado nos meridianos principais:

  • Astigmatismo regular.
  • Astigmatismo irregular.

Tipos de astigmatismo baseado no foco dos meridianos principais:

  • Astigmatismo simples complexo.
  • Astigmatismo hipermétrope simples.
  • Astigmatismo miópico dificil simples.
  • Astigmatismo composto.
  • Astigmatismo hipermétrope composto.
  • Astigmatismo miópico composto.
  • Astigmatismo misto e lento.

Foco de lentes astigmáticas em diferentes condições.

Alimentos que ajudam a retardar o astigmatismo

  • ZINCO – sementes de girassol, lentilhas e queijo Ricotta;
  • SELÉNIO – camarões, nozes do Brasil, fígado e leitão;
  • VITAMINA A – cenouras, batata doce e espinafres;
  • VITAMINA C – guava e todos os sumos de citrinos;
  • VITAMINA E – germe de trigo, óleo de milho, amendoins e pepino.

Diagnóstico

Sinais e sintomas

O astigmatismo brando pode ser assintomático, já o astigmatismo mais intenso pode causar sintomas como visão borrada, astenopia, fadiga ou dores de cabeça

Tratamento

O astigmatismo pode ser corrigido com óculos de grau, lentes de contato ou cirurgia refrativa. Várias considerações envolvendo a saúde ocular, status refrativo e estilo de vida frequentemente determinam se uma opção é melhor que a outra:

  • Óculos em geral é a opção mais segura.
  • Nas pessoas com ceratocone, lentes de contato rígidas de gás permeável geralmente permitem que o paciente atinja uma melhor acuidade visual em relação aos óculos de grau. Lentes gelatinosas podem não ser tão efetivas.
  • A cirurgia, especialmente para pessoas que têm olhos secos ou outras condições que as proíbem de usar lentes corretivas cansativas, pode ser a solução mais adequada. O tipo mais comum de cirurgia para corrigir o astigmatismo é o LASIK (laser in situ keratomileusis): utilizando uma pequena lâmina (cerátomo) é feita uma pequena incisão na superfície do olho para fundar uma pequena ponta de tecido para cima a qual é erguida. Um feixe de laser é usado para corrigir a curvatura irregular vista no astigmatismo. A ponta é substituída e a recuperação é normalmente rápida e indolor. O uso da cirurgia LASIK para tratar astigmatismo de até 4 dioptrias é recomendável somente como parte de um procedimento combinado para tratar miopia/astigmatismo.

Se o astigmatismo é causado por um problema de deformação do globo ocular devido a um calázio, o tratamento da condição irá resolver o astigmatismo.