Terçol ou Hordéolo

Um hordéolo (conhecido popularmente como terçolterçolhotreçolho ou viúvo) é um pequeno abscesso que ocorre na borda das pálpebras causado pela inflamação de glândulas sebáceas.

O hordéolo não comporta nenhuma gravidade especial, mas pode ser muito doloroso. A inflamação normalmente é causada por uma infecção bacteriana(Staphylococcus) e ocorre com muito mais freqüência em crianças.

Na maioria das vezes, o hordéolo pode ser seco mais rapidamente com a aplicação de compressas embebidas em água quente ou morna. Quando tratados, os hordéolos desaparecem em cerca de uma semana. Em casos mais graves, os médicos geralmente utilizam uma agulha para drenar o pusacumulado. Existem também pomadas elaboradas especificamente para tratar os hordéolos, normalmente compostas por eritromicina.

terçol

Olho afetado por um hordéolo, terçol ou viúvo

Causas

Hordéolos são geralmente causados por infecção bacteriana por Staphylococcus aureus. O surgimento de hordéolos pode ser desencadeado por stress e má nutrição. O compartilhamento de lâminas também pode ajudar a espalhar a contaminação do hordéolo.

O hordéolo pode ser causado por excesso de secreção produzida pelas glândulas da pálpebra e por bactérias existentes na pele, ou ainda pela obstrução da glândula sebácea por alguma razão.

O hordéolo pode ser secundário, causado por uma blefarite, condição inflamatória da pálpebra que aumenta a oleosidade e forma uma espécie de caspa nos cílios.

O contacto com poeiras nos olhos também pode dar origem ao aparecimento do hordéolo. Ao colocar, por exemplo, a mão no chão ou em lugares sujos e, sem lavá-las bem, levar a mão ao olho.

Maquilhagem nos olhos, sem a limpeza adequada, pode ser também responsável pelo seu surgimento.

Sinais e sintomas

Os primeiros sinais são rigidez, dor e vermelhidão na área afetada. Os sintomas tardios incluem sensibilidade à luz, coceira, inchaço, lacrimejamento e desconforto ao piscar.

Tratamento

Apesar da maioria dos hordéolos drenarem-se por conta própria, o tratamento com compressas mornas e úmidas pode acelerar o processo de drenagem. Com o tratamento, o hordéolo geralmente se resolve em uma semana. Deve ser tratado por pomadas a serem indicadas por oftamologistas que podem ajudar no processo de tratamento do hordéolo.

Nunca devem ser utilizadas lentes de contato durante o tratamento de um hordéolo. A maquiagem dos olhos também não é recomendada. Também é importante evitar o contato das mãos com o hordéolo.

Epidemiologia

Apesar de serem particularmente mais comum em crianças, os hordéolos podem ocorrer em pessoas de todas as idades. Podem aparecer com mais freqüência em adolescentes devido a alterações hormonais.

Ao contrário da crença popular, os hordéolos não são contagiosos; isto é, não é possível passar terçol de um olho para o outro. É possível o contágio pela bactéria, assim como qualquer bactéria, mas a ocorrência do hordéolo em si não é contagiosa, ocorrendo quando a glândula sebácea infectada é atacada pelo sistema imunológico devido ao acúmulo de oleosidade.